Lentes de contato multifocais para presbiopia

Lentes de contato multifocais para presbiopia

Segundo dados do IBGE de 2020, 90% da população brasileira entre 45 e 70 anos (cerca de 38 milhões de pessoas) têm dificuldade para enxergar de perto. Essa é a faixa etária na qual indivíduos apresentam sintomas de vista cansada, ou presbiopia, que acarreta a dificuldade do foco devido a perda de elasticidade da musculatura ocular. Deste grupo 66% sabem que a condição pode ser melhorada com o uso de óculos, mas apenas metade, 33%, tem conhecimento sobre as lentes de contato multifocais.

Neste artigo vamos explicar como elas funcionam, suas vantagens e desvantagens, além de cuidados necessários para usá-las.

Índice

1. Quem pode usar lentes de contato multifocais?

2. Quais as melhores lentes de contato multifocais?

3. Tem lente de contato para perto e longe?

4. Como funcionam as lentes de contato multifocais?

Quem pode usar lentes de contato multifocais?

As lentes de contato multifocais são indicadas para pessoas com presbiopia, ou vista cansada. Isso porque esses indivíduos precisam de uma correção gradual, para curtas, médias e longas distâncias.

Como o próprio nome diz, elas oferecem diversos focos, facilitando a vida das pessoas que têm perda da elasticidade muscular da visão, dificultando o foco.

Os principais sintomas da vista cansada são a dificuldade em ler de perto, tendo que esticar o braço para conseguir um foco.

Quais as melhores lentes de contato multifocais?

As primeiras lentes de contato multifocais disponíveis no mercado foram as lentes rígidas, mas atualmente também existem lentes gelatinosas e descartáveis. Elas são divididas em simultânea, translação ou híbridas.

Segundo informações do Conselho Brasileiro de Oftalmologia as lentes simultâneas podem ser obtidas nas versões rígida e gelatinosa e permitem focalizar objetos de perto e de longe ao mesmo tempo. Elas possuem correção para diferentes campos de visão na mesma lente e o cérebro aprende a selecionar o campo de visão adequado de acordo com a distância do objeto que se está olhando.

As lentes de translação ou de visão alternada existem apenas na versão rígida. Elas funcionam como os óculos bifocais por possuem apenas duas áreas de correção. A metade superior da lente é usada para a visão distante, enquanto que a metade inferior é usada para enxergar objetos próximos, por isso são recomendadas apenas para pessoas que não precisam de correção para médias distâncias. 

Por fim, as lentes híbridas combinam a lente gelatinosa com a lente rígida. 

Mas afinal, qual é a melhor lente multifocal?

Nesse caso depende de cada um, do processo de adaptação e do objetivo do usuário. Uma das lentes mais modernas do mercado são as lentes Acuvue Moist Multifocal. São lentes de descarte diário que oferecem uma visão clara em todas as distâncias, assim como em ambientes claros ou escuros. 

Tem lente de contato para perto e longe?

Como demonstramos acima, as lentes de contato multifocais oferecem correção para perto, para longe e para distâncias médias. Facilitando o dia a dia dos usuários. Mas como isso é possível?

Como funcionam as lentes de contato multifocais?

Ao contrário das lentes multifocais para óculos de grau as lentes de contato não tem um corredor progressivo. Elas possuem um desenho como se fosse um alvo, quanto mais ao centro melhor o foco para perto e quanto mais para fora, melhor o foco para longe.

Com o tempo o cérebro se acostuma a escolher a melhor área da lente para conseguir o foco necessário. 

Esse processo funciona com a abertura de pupila, para perto a pupila contrai e para longe a pupila expande, por isso quando usada em locais muito claros ou escuros, que influenciam a abertura da pupila, por causa da luz, pode haver algum tipo de desconforto na visão.

Vantagens

A principal vantagem das lentes de contato multifocais é oferecer foco para diversas distâncias, dispensando o uso de vários óculos, como óculos de longe e óculos para leitura, por exemplo.

Além disso, listamos algumas vantagens das lentes de descarte diário:

  1. Facilitam a prática de esportes.
  2. Garantem maior conforto e segurança por serem descartadas diariamente evitando o acúmulo de resíduos e surgimento de bactérias.
  3. Não necessitam de estojos para armazenamento, uma vez que são descartadas após o uso.

Desvantagens

A desvantagem das lentes de contato multifocais é que por dependerem da dilatação das pupilas para alcance do foco desejado, podem apresentar desconforto em ambientes muito claros ou muito escuros. Além, é claro, do período de adaptação necessário para que o cérebro se acostume com esse novo mecanismo de foco.

Cuidados

Por fim, os cuidados para o uso de lentes de contato multifocais, são os mesmos necessários para o uso de lentes de contato de maneira geral.

A higiene é fundamental para manter o produto sempre limpo, por isso, lavar as mãos antes de manusear as lentes é imprescindível. Como já mencionamos, as lentes de descarte diário dispensam o uso de estojos, mas para lentes gelatinosas de descarte programado ou tóricas (anuais), é necessário higienizar o estojo e limpar as lentes com soluções específicas, evitando o acúmulo de resíduos e proliferação de bactérias.

Também é muito importante respeitar a vida útil das lentes, tanto no período de validade, quanto no tempo de uso. Por exemplo, lentes de descarte diário não devem ser reutilizadas. Além disso, as lentes de contato não devem ser usadas por mais de 12 horas seguidas, por isso o uso de óculos combinados as lentes de contato também é necessário para oferecer aos olhos períodos de descanso.

Se você tem presbiopia, converse com seu oftalmologista e busque orientação sobre o uso das lentes de contato multifocais. Algumas condições da saúde da visão, como olhos extremamente secos ou glaucoma, não permitem o uso de lentes colocadas diretamente nos olhos, por isso a orientação médica é sempre necessária!